Ir direto para menu de acessibilidade.
Brasil – Governo Federal | Acesso à informação
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

GPTIE: Cultura, Educação e Territorialidades Indígenas na Amazônia

  • Publicado: Quinta, 18 de Março de 2021, 13h19
  • Última atualização em Quinta, 18 de Março de 2021, 13h23
  • Acessos: 288

Sobre o evento

O I Colóquio de Pesquisa do GPTIE: Cultura, Educação e Territorialidades Indígenas na Amazônia, é uma realização do Grupo de Pesquisa Territórios Indígenas e Etno-envolvimento (GPTIE), do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará (IFPA), Campus Rural de Marabá (CRMB). O evento busca promover um debate intercultural e interdisciplinar entre pesquisadores/as de diversas áreas do conhecimento, professores/as e estudantes (indígenas e não-indígenas), além das lideranças e sábios/as indígenas, com o objetivo de refletir acerca das dinâmicas socioculturais e do protagonismo dos povos indígenas na Amazônia, no passado e na contemporaneidade. Desse modo, com uma temática bastante complexa, oportuna e instigante, o I Colóquio se propõe a realizar essa reflexão destacando, entre outros aspectos: i) as diferentes experiências indígenas no que concerne aos processos educativos (endógenos e exógenos); ii) a dinamicidade e territorialidades das culturas indígenas na Amazônia.

 

GRUPOS DE TRABALHOS:

Culturas Indígenas e Projetos Educativos na Amazônia  (GT: 1 E 3)

O presente GT visa promover o debate acerca dos processos educativos e da diversidade cultural de povos indígenas na Amazônia, para isso acolhe trabalhos que versam acerca da relação dos povos indígenas com as instituições formais de ensino visando refletir sobre a educação indígena e educação escolar indígena. Este grupo proporcionará  discussão dos trabalhos de historiadores, linguistas, antropólogos, geógrafos, educadores e pesquisadores indígenas. 

 

Etnoenvolvimento, Territorialidades e Projetos societários (GT: 2 e 4)

Este GT tem como objetivo promover um espaço de diálogo em torno de pesquisas no âmbito de uma perspectiva que compreenda a diferença étnica do indígena como elemento estruturante, aproximando a problemática da etnicidade de uma analise espacial com ênfase nas territorialidades culturais.  Deste modo, visa abordar trabalhos com temas  e reflexões sobre o debate espacial e territorial com uma reflexão sobre fronteira e contato interétnico, a partir do qual os grupos étnicos desta região, reconfiguraram suas praticas e processos de organização e reorganização de seus modos de vida dentro da dinâmica política e de conflitos. 

registrado em:
Fim do conteúdo da página
-->